Etats Généraux de la Lusodescendance : Promotion de la langue portugaise
2 janvier 2019
Portugal quer organizar campeonato do mundo de ténis de mesa em 2022
3 janvier 2019

Joana Vasconcelos com carta branca em Paris

A artista portuguesa Joana Vasconcelos vai instalar uma obra de arte na escadaria dos históricos armazéns Bon Marche, em Paris, e decorar as montras da loja, entre 17 de janeiro e 17 de fevereiro.

Instituição da moda da margem esquerda do Sena, o Bon Marché já acolheu no passado artistas como Ai Weiwei (2015), Chiharu Shiota (2016) e Leandro Erlich (2018), deixando liberdade aos artistas para criarem os seus ambientes dentro da loja, com vários andares e várias montras virados para algumas das ruas mais importantes da capital francesa.

Segundo comunicado de imprensa enviado à Lusa pela loja francesa, Joana Vasconcelos foi escolhida por “ser das raras artistas femininas com uma presença de estrela internacional da arte contemporânea […], revelando um gosto pela tradição e pela provocação”. A exposição do trabalho de Joana Vasconcelos tem o nome de “Branco Luz”.

A artista portuguesa vai instalar junto à escadaria principal destes armazéns uma peça de grandes dimensões chamada “Simone”, em aço e ferro, com mais de 30 metros de comprimento, 12 metros de largura e dez metros de altura. A instalação simboliza uma Valquíria, tema que apareceu pela primeira vez no trabalho da artista em 2004.

“As minhas valquírias são criaturas poderosas e cuidadoras, muito mais sensuais do que as deusas de Wagner! A valquíria que imaginei para o Bon Marché passa docemente entre as escadas, plana como um balão de ar quente e enquadra-se harmoniosamente no espaço. Quis fazer uma homenagem a todas as clientes desta loja, todas mulheres fortes e generosas à sua maneira”, afirmou a artista no comunicado de imprensa.

Segundo Joana Vasconcelos, o Bon Marché é um dos seus locais de referência em Paris, passando frequentemente pela loja depois de ir ao Centro Georges Pompidou para ver as exposições. “Venho ao Bon Marché para respirar o ar do mundo da moda e do design”, indicou Joana Vasconcelos.

Joana Vasconcelos tem neste momento uma exposição individual no Museu de Arte Moderna e Contemporânea de Estrasburgo (MAMCS), intitulada “I want to break free”, patente até 17 de fevereiro de 2019.

A artista portuguesa apresenta aí uma seleção de obras que inclui algumas das peças mais icónicas do início do sua carreira, como “Flores do Meu Desejo” (1996-2010), “Spot Me” (1999) e “Vista Interior” (2000).

De 29 de junho a 11 de novembro, Joana Vasconcelos teve patente, no Museu Guggenheim Bilbao, a mostra “I’m Your Mirror”, com curadoria de Enrique Juncosa e Petra Joos, feita em parceria para o Kunsthal Rotterdam, na Holanda, e que servirá de base à exposição da artista no Museu de Arte Contemporânea de Serralves, no Porto, a anunciar no início do ano.

bomdia.fr