Abertura de Postos da Segurança Social no estrangeiro
4 octobre 2019
Trás-os-Montes : O destino natural
7 octobre 2019

Jogos do Mediterrâneo de Praia: Portugal participa pela primeira vez

A primeira participação de Portugal nos Jogos do Mediterrâneo de Praia, que decorreram no final de Agosto em Patras na Grécia, ficou marcada pela conquista de seis medalhas: uma de ouro – natação de águas abertas – e cinco de prata – andebol feminino e masculino, aquatlo feminino e masculino e futebol de praia.

Foi a primeira medalha de ouro de sempre de Portugal nos Jogos do Mediterrâneo de praia. A equipa mista de águas abertas, composta por Angélica André, Rafael Gil e Tiago Campos bateu toda a concorrência e terminou em primeiro a prova de 5km. O tempo de 01:02:13 foi 23 segundos mais rápido do que o da Itália, enquanto que a Grécia ficou a uma distância de mais de seis minutos.

No andebol de praia, tanto a seleção feminina como a masculina enfrentaram a anfitriã Grécia na final da competição mas não conseguiram ser mais fortes, acabando por conquistar a medalha de prata. Se na final feminina a Grécia se impôs por 2-0, na vertente masculina o jogo foi disputado até ao último momento e decidido apenas nos shootouts, depois de empate no final dos dois períodos.

No último dia de competição chegou o aquatlo e para mostrar bons resultados. Ana Ramos entrou na prova feminina – 2,5km corrida, 1km natação e mais 2,5km corrida – e terminou em 2º lugar com o tempo de 36:09.22, apenas atrás da espanhola Sara Guerrero Manso, sendo seguida no terceiro lugar pela cipriota Stavroulla Percicleous. Talvez inspirados pelos bons resultados na prova feminina, Pedro Mendes e Rafael Domingos entraram na competição masculina com a ambição de alcançarem também um resultado de topo. Se Rafael Domingos terminou no 6º lugar, já Pedro Mendes foi 2º classificado a cerca de três segundos do espanhol Kevin Gonzalez. O último lugar do pódio foi para o sírio Mohamad Masoo.

Depois de uma fase de grupos imaculada na competição de futebol de praia, Portugal apresentou-se na final frente à Itália com o objetivo de conquistar a medalha de ouro.

No entanto, uma entrada fortíssima da Itália levou a que o primeiro período terminasse com desvantagem de cinco golos sem resposta. Um segundo período equilibrado com dois golos para cada lado ainda alimentou as esperanças lusas, que no terceiro período marcou três golos sem resposta. No entanto o resultado de 5-7 foi insuficiente para a medalha de ouro, terminando Portugal no 2º lugar.

Nas lutas de praia, Hugo Passos, na categoria de 70kg, tinha de vencer os dois combates matinais para conseguir o acesso aos combates que decidiam medalhas. E o português não deixou os seus créditos por mãos alheias, vencendo os adversários da Albânia e Chipre e ultrapassando a fase de grupos em 2º lugar. Chegado às meias finais encontrou o grego Fotios Papadakis que o venceu por 1-0, relegando o português para o combate que decidiria a medalha de bronze. Frente a mais um adversário grego, desta vez Niko Arpuzmanidis, voltou a ceder por 4-0 terminando em 4º lugar.

 

Cheila Ramalho
capmag@capmagellan.org

Hits: 13