Cap Magellan et ses bénévoles, une histoire qui dure
12 janvier 2017
Cantou-se a liberdade no Bataclan
6 février 2017

Mourão: linda vila barroca

 

A época natalícia já passou e as resoluções deste novo ano já foram tomadas ? Será que viajar faz parte das vossas novas ideias para 2017 ? Claro que sim ! Para isso, o destino ideal para este mês será Mourão ! Não conhece ? Então fique atento a este artigo.

Mourão, é uma vila alentejana que pertence ao distrito de Évora, muito próxima da fronteira espanhola. Esta vila sempre foi dividida entre Portugueses e Castelhanos, o que lhe foi dando com o tempo a sua particularidade. O Rio Guadiana contribuiu muito para a fertilidade dos terrenos circundantes que deram a reputação as produtos locais como as oliveiras (azeitonas e azeite), as amêndoas e muitas árvores de frutos que moldam essa bela paisagem. Mourão orgulha-se dos seus monumentos e tradições como qualquer lugar mas um dos sítios mais conhecido desta vila é o Castelo de Mourão. Este castelo foi construído durante o reinado de D. Afonso IV no ponto mais alto da vila, sendo composto de xisto (da região), mármore e granito. A história deste castelo é bastante interessante, por exemplo as duas portas que permitem entrar na planta do castelo têm dois nomes: a Menagem e a da Torre dos Pretos. Com as sucessivas guerras, o Castelo teve de ser reconstruído com a ajuda da Câmara de Évora. Mas é obvio que não há só o castelo para ver apesar de ele ser extremamente atraente !

Podem também visitar várias igrejas todas mais lindas umas do que as outras como a Igreja de São Francisco, a Igreja Matriz de Nossa Senhora das Candeias, a Igreja Santa Casa da Misericórdia… Também podem visitar o Jardim da Praça Pública, a Mata S.Bento e o Parque de Merendas de Mourão. Este parque é o maior parque de merendas da região com vários grupos de mesas e barbecues. Tem um miradouro de madeira do qual se consegue ter uma bela vista sobre a vila de Mourão.

Encontrará muito o estilo barroco nessa vila! E claro actividades do tipo caminhadas a pé ou de mota 4, de JIP ou andar de cavalo são possíveis e altamente recomendadas em Mourão.

Mas vamos agora falar do que nos interessa também: a gastronomia. Os vários restaurantes da região atestam da qualidade da gastronomia alentejana, com especialidades locais como a Caldeirada de Peixe, a Açorda de Cação ou a doçaria conventual com as encharcadas ou o bolo rançoso, não esquecendo o pão, queijo, mel e azeitonas desta saborosa região. Mas onde comer?

 

Restaurantes não faltam, e deixamos aqui algumas sugestões : a Taverna Os Templários, o restaurante Ervideira e a Cave dos Ramalhos. Ao nível das festinhas em Mourão: dia 2 de fevereiro é a festa da Nossa Senhora das Candeias (feriado municipal), entre junho e agosto existem várias festas como a festa de Sebastião, Nossa Senhora do Alcance… Sem esquecer as Romarias de S.Pedro dos Olivais (segunda-feira de Páscoa).

 

Pequeno Conselho: para chegar a Mourão, o aeroporto mais próximo será o de Lisboa. De Lisboa ao destino são cerca de 171 km (cerca de 2 horas). Caso venha do Porto, serão cerca 4 horas de caminho de carro e convém seguir em direção Reguengos de Monsaraz (ficará mesmo ao lado de Mourão e depois terá indicações através de painéis).

 

E claro, Mourão é acessível através a Tap Portugal !

 

Carole Ferreira

Terra de sangue alentejano
presa a um braço do Guadiana,
na sua matiz de branca cor,
num casario que rodeia o castelo,
quase proferindo um apelo
a todos os que passam clama,
sempre com o mesmo amor

em canto de grande emoção,
na voz de superior soprano.
É com relevante chama
não esquecendo a gratidão,
que rejubilo e aqui revelo:
Te adoro, vila de Mourão!

Antonio MR Martins